Rádio Mega Star

sábado, 18 de junho de 2016

Teresina tem programação de inaugurações e entrega de serviços à população em junho

Prefeitura entregará UBSs, escolas, quadras esportivas, o Parque da Cidadania e dois terminais de integração




Esse mês de junho não será apenas das festas de São João em Teresina. A cidade passará a usufruir de 20 novas obras e serviços entregues pela Prefeitura. São novas Unidades Básicas de Saúde, escolas e  quadras esportivas, terminais de integração e o aguardado Parque da Cidadania. 
A programação começa nesta terça-feira (16), com a entrega de cinco novos veículos para o Transporte Eficiente. A solenidade acontece no estacionamento da Ponte Estaiada. Entre as UBSs estão a do Porto Alegre, do povoado Alegria e do Renascença. No final do mês, a região do Grande Dirceu será a primeira a utilizar os novos terminais de integração - Livramento e Itararé - com a implantação do novo sistema de transporte coletivo. 


"Temos em todas as áreas da cidade várias obras de calçamento, muito asfalto, avenidas, UBSs. Mas também temos a grande obra que acredito que vai se transformar num grande símbolo da cidade de Teresina que é o Parque da Cidadania. Temos ainda os terminais de integração e não menos importante a entrega de escolas e creches para a população. Estamos vivendo hoje a maior onda de investimentos da história da Prefeitura de Teresina, no somatório de todas as áreas", destaca o prefeito Firmino Filho.
Ainda de acordo com o prefeito, o planejamento da administração, implementado no início desta gestão, foi primordial para o execução de obras estruturantes, importantes para esse momento que a cidade vive. 
"É uma alegria grande porque tivemos um ano de muita dificuldade e, apesar dessa escassez, a gente está entregando obras que foram planejadas e plantadas no início dessa gestão. Estamos concluindo essa fase de obras e intervenções que planejamos o início dessa gestão. A cidade exige cada vez mais obras grandes e complexas, que não podem ser feitas da noite para o dia. Precisa de tempo para planejar, para captar o financiamento, tempo para as licitações e para a execução da obra. Sabemos que no ambiente urbano as obras tem várias dificuldades e intercorrências, principalmente nas grandes construções", explica.

Parque da Cidadania:





Teresina tem se esforçado para manter o título de Cidade Verde e para garantir aos teresinenese mais qualidade de vida e condições de lazer e prática de esportes. O Parque da Cidadania promete virar não apenas um cartão postal da cidade, mas principalmente um espaço de reunião de famílias e amigos, para a realização de eventos, de exposições, de competições esportivas, shows, apresentações culturais, piqueniques.

Situado na parte de trás da Estação do Metrô, no cruzamento das avenidas Frei Serafim e Miguel Rosa, o local vem recebendo mais de 200 mudas de plantas, a maioria árvores de grande porte, permitindo que o parque se torne um refúgio em meio à loucura do centro comercial da cidade.











O Parque da Cidadania tem um total de 8,3 hectares de área que será disponibilizada à população. O anfiteatro tem capacidade para 1.500 pessoas, palco com camarim e banheiros. Tem ainda espelho d´água, pergolados e pista de skate que foi concebida em parceria com a Associação dos Skatistas. Ao todo, a obra custou R$ 12 milhões, em recursos do Governo Federal e contrapartida da Prefeitura de Teresina.  Inauguração:dia 24 de junho de 2016.

Mobilidade:


Desde o ano passado, Firmino vem destacando que 2016 é o ano da mobilidade urbana para Teresina. Isso por conta das grandiosas obras e intervenções que estão sendo feitas na cidade para que a população passe a utilizar um novo modelo de transporte público, devidamente priorizado, com condições de tráfego sem competição com veículos particulares.
"O plano diretor tem um fundamento: transformar o transporte coletivo num meio rápido e qualificado. Para isso, o plano cria a ligação direta entre os terminais e o centro da cidade. Essa ligação é dada pelos corredores de ônibus, permitindo que eles possam ir e voltar do centro de forma rápida. Hoje o que temos é um grande congestionamento do transporte individual na chegada e na saída do centro. A ideia é priorizar o transporte coletivo, fazendo com que ele entre e saia de forma rápida do centro da cidade", afirma o prefeito.
As duas primeiras obras desse novo sistema são os terminais que servirão aos moradores e frequentadores da região sudeste. Serão inaugurados os terminais Livramento, localizado nas proximidades do Mercado do Peixe; e o Itararé, situado bem na entrada do Dirceu Arcoverde, em frente a Fundação Bradesco.

"Os terminais Livramento e Itararé serão entregues primeiro. Depois virá a Ponte Anselmo Dias, que liga a avenida central do Dirceu [Arcoverde] com a avenida Gil Martins. Teremos, portanto, um novo modelo de mobilidade urbana, fazendo com que o ônibus seja um meio mais rápido e mais qualificado para servir à população. Vai começar pelo Grande Dirceu. Teremos a entrega dos terminais agora e logo em seguida, até o final do próximo mês, já teremos a circulação na própria avenida. E na sequência temos os corredores que estão sendo construídos: das avenidas Barão de Gurguéia, Miguel Rosa e Gil Martins", finaliza Firmino Filho.